3 dias presa na lama: relembre a cruel história da menina que não pôde ser resgatada; últimas palavras dita por ela vai te deixa chocado

No ano de 1985, um evento devastador chocou o mundo inteiro. A erupção do vulcão Nevado del Ruiz, na Colômbia, resultou em uma enorme tragédia que tirou a vida de cerca de 23 mil pessoas.

Entre as vítimas, uma história em particular chamou a atenção do mundo: a de Omayra Sánchez, uma corajosa menina de apenas 13 anos. Em meio à destruição e à dor, a história de Omayra se tornou um símbolo de resiliência e tragédia humana.

LEIA TAMBÉM:  Mãe é encontrada morta dentro de casa, seu filhinho de 2 anos viu tudo, morreu por conta de

Omayra vivia com seus pais e uma tia na pequena cidade de Armero, que foi completamente devastada pela erupção do vulcão. No fatídico dia, a garota e seu pai haviam deixado sua mãe no aeroporto e estavam voltando para casa quando foram surpreendidos pelo caos.

A onda de lama e destroços invadiu sua residência, levando embora seus pais e a tia.

LEIA TAMBÉM:  Marido pede urgentemente divórcio da sua esposa após ver essa foto, veja bem

Enquanto os socorristas lutavam para encontrar sobreviventes, Omayra encontrou abrigo em uma pequena fenda. No entanto, suas pernas ficaram presas sob os escombros, impedindo-a de se mover.

Resgate e voluntários fizeram tudo o que podiam para libertá-la, mas as circunstâncias terríveis tornaram impossível realizar uma amputação que poderia salvar sua vida.

Páginas: 1 2